• Sintonia

UNILA recebe doação de celulares para estudantes com dificuldades de acesso digital

Os equipamentos vieram da Receita Federal e serão destinados a atender os discentes durante o período de ensino remoto emergencial

Fonte Portal UNILA

A UNILA recebeu 500 telefones celulares doados pela Receita Federal e que serão distribuídos para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, para serem utilizados no ensino remoto emergencial. O edital com as regras para a seleção dos estudantes deve ser publicado pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) nos próximos dias.

A pró-reitora Jorgelina Tallei e o reitor Gleisson Brito | Foto Divulgação

Inicialmente, os telefones celulares serão destinados a alunos de graduação com dificuldades de acesso às aulas remotas. Levantamentos realizados pela PRAE e também pelos representantes dos estudantes na Comissão Superior de Ensino (COSUEN) apontam que as maiores dificuldades enfrentadas no ensino remoto estão relacionadas a equipamentos e conectividade.


“A pandemia aprofundou a desigualdade entre aqueles que têm mais acesso e os que têm pouco ou que não têm acesso. Por isso, desde o início da pandemia, a PRAE se concentrou especificamente em tentar minimizar os impactos nos alunos mais vulneráveis”, comenta a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Jorgelina Tallei, lembrando que, desde o início da pandemia, a UNILA vem desenvolvendo ações para atender esses estudantes.


Entre essas ações estão a distribuição de chips com pacotes de dados para acesso à internet, por meio do projeto Alunos Conectados, do Ministério da Educação; e a Bolsa de Inclusão Digital, no valor de R$ 120 mensais, para a contratação de serviços de internet banda larga, entre outubro e dezembro de 2020. Um novo edital de Inclusão Digital deve ser lançado neste ano.


A pró-reitora e o reitor Gleisson Brito estiveram na sede da Receita Federal na manhã desta segunda-feira (7) para retirar os celulares que serão distribuídos aos estudantes. Para o reitor, a doação representa um passo importante para melhorar o acesso dos discentes que estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica. “Para esses discentes, tem sido um desafio acompanhar o ensino remoto, tanto do ponto de vista do acesso ao equipamento quanto do ponto de vista de acesso à internet. E essa parceria da UNILA com a Receita Federal consolida ações que a Universidade já desenvolve”, avalia Gleisson. “Esses celulares recebidos da Receita Federal vão se somar a um conjunto amplo de políticas que nós temos adotado para buscar o enfrentamento e a superação deste processo de pandemia.”

0 visualização0 comentário