DOE SANGUE      SALVE VIDAS      
  • Sintonia

UFSCAR | Estudo avalia impactos do distanciamento em crianças entre 4 e 6 anos

Uma pesquisa de mestrado realizada no Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional (PPGTO) da UFSCar está convidando voluntários para analisar o impacto do distanciamento social em crianças de 4 a 6 anos.

Por Gisele Bicaletto

Fonte Portal UFSCAR


Voluntários podem responder questionário online até 18/9 (Freepik)

O trabalho é desenvolvido pela terapeuta ocupacional Ana Claudia Moron Betti, sob orientação da professora Patricia Carla Della Barba, do Departamento de Terapia Ocupacional (DTO) da Instituição.


De acordo com Betti, a pesquisa vai investigar os principais impactos do distanciamento social relacionados à rotina e às ocupações das crianças em idade escolar (4 a 6 anos) e discutir quais os recursos disponíveis para apoiar e promover a participação delas nesse contexto. "Consideramos que este estudo trará benefícios para as crianças, pois deve proporcionar uma compreensão sobre os possíveis impactos do distanciamento social em seus cotidianos e ocupações e sobre como facilitá-las e desenvolvê-las, contribuindo também com projetos futuros sobre o tema", afirma a pesquisadora.


A hipótese é que as famílias estejam encontrando desafios e desenvolvendo estratégias para adequar suas rotinas e promover a participação das crianças em atividades diárias neste período de pandemia da Covid-19. "Na literatura encontramos impactos relacionados à saúde física e mental das crianças, referentes às oportunidades de movimento, brincadeiras e interação social, bem como às mudanças de rotina", complementa a pesquisadora. De acordo com ela, alguns autores citam que as famílias têm utilizado estratégias relacionadas à organização de rotinas, autocuidado, fortalecimento de vínculos e engajamentos em ocupações significativas.


A partir da compreensão advinda do estudo, a expectativa é desenvolver estratégias e soluções individuais e coletivas de apoio às crianças e famílias. Para realizar a pesquisa, estão sendo convidados pais ou responsáveis por crianças entre 4 e 6 anos para responderem questionário online que inclui perguntas gerais sobre a criança e sua família (condições de moradia, renda familiar, acesso a benefícios governamentais, escolaridade, condições de trabalho, características da criança etc.) e sobre mudanças percebidas pelo adulto em relação às ocupações da criança. Caso o voluntário tenha mais de uma criança nessa faixa etária, é preciso preencher um questionário para cada uma. São cerca de 50 questões e o tempo de resposta é de 10 minutos. Os interessados podem participar até o dia 18 de setembro. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail pesquisa.infancia.to@gmail.com


Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 32535220.2.0000.5504).