• Sintonia

Pesquisa para identificar perfil de agricultores e dificuldades enfrentadas nas atividades agrícolas

Estudantes do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Laranjeiras do Sul, elaboraram pesquisa visando identificar perfil dos agricultores associados ao Sindicato Rural de Laranjeiras do Sul.

Fonte Portal UFFS


A realização do estudo foi proposto na disciplina de Pesquisa Mercadológica, ministrada pelo docente Tiago da Costa, e executado pelos acadêmicos Ana Paula Ribeiro Abib de Paula, Elian Rudke e Tiago Magalhães, que contaram com a colaboração da Desenvolve Consultoria Júnior - Empresa Júnior da UFFS.


Conforme relata a estudante Camila Lais Ramalho Batista, presidente da Desenvolve, os alunos da disciplina de Pesquisa Mercadológica realizaram o estudo com a colaboração da Desenvolve. Segundo Camila, “a Desenvolve queria identificar o perfil dos agricultores cadastrados no Sindicato Rural e entender quais as suas dificuldades. Discutimos, com os estudantes Ana Paula, Elian e Thiago, os objetivos da pesquisa pontuando as informações interessantes para a Desenvolve, alinhamos nossas estratégias e os objetivos com a proposta dos estudantes e colaboramos na realização do levantamento de dados. Agora a Desenvolve trabalhará a partir dos resultados obtidos”.


Além de conhecer o perfil, a pesquisa também buscou conhecer as dificuldades e limitações dos agricultores em relação à melhoria das atividades no meio agrícola, visando identificar o interesse e a necessidade em contratar serviços de consultoria. A pesquisa também teve como objetivo verificar quais são os pontos mais importantes e os serviços que a Desenvolve Consultoria Júnior pode oferecer, visando auxiliar os agricultores nas resoluções dos problemas enfrentados.


O levantamento de dados foi realizado através de questionário virtual, aplicado para os agricultores associados ao Sindicato Rural, dos 70 agricultores associados 61 responderam as perguntas. Confira abaixo os principais resultados: Perfil

A maioria são homens (93,7%), na faixa etária dos 30 a 60 anos (60,3%), casados (62,3%), com escolaridade que varia entre o ensino fundamental e ensino superior. A maioria reside na área rural de Laranjeiras do Sul ou de municípios da região (73,8%), e possuem renda de 2 a 5 salários mínimos (50,8%). Atividades executadas na propriedade As principais atividades das propriedades são a pecuária (62,3%) e a lavoura (83,6%), destacando-se o cultivo de grãos, criação de bovinos para corte e leite, aves e suínos. Dificuldades enfrentadas na propriedade As dificuldades enfrentadas em relação à criação de animais, mais relatadas foram: as doenças nos animais, pragas nos animais e no pasto. Em relação aos demais problemas enfrentados nas propriedades, os mais relatados foram: problemas em relação ao clima, falta de mão de obra qualificada, falta de linhas de crédito acessíveis e incentivos do governo e ausência de máquinas/equipamentos. Assistência técnica Em relação a frequência com que recebem algum tipo de assistência, 32,8% responderam apenas eventualmente, 21,3% mensalmente, 16,4% semestralmente, 9,8% já receberam e hoje não mais, 8,2% semanalmente, 6,6% trimestralmente, e 4,9% anualmente. Análise do Solo A pesquisa identificou que 85,2% dos agricultores realizam adubação e preparo do solo enquanto 14,8% não fazem adubação em sua propriedade. Questionados se gostariam de receber assistência técnica nessa área, 21,3% confirmaram que sim, 57,4% disseram não, 19,7% responderam talvez e, 1,6% afirmaram que já realizaram análise de solo. Nascentes ou Cursos d’água

Constatou-se que do total de entrevistados, 82% mantém a vegetação nativa (mata ciliar) e 12% mantém as nascentes e cursos d'água próprios, atendendo a legislação ambiental e preservando a água. Dentre eles, 24% demonstraram interesse em receber assistência técnica para conservação da água em sua propriedade, 54% disseram não ter interesse e 22% responderam “talvez”. Dejetos de Animais

Perguntado aos entrevistados qual o destino dado aos dejetos dos animais existentes na propriedade a maior parcela 65,5% respondeu que espalha na lavoura fazendo assim uma adubação orgânica, 8,6% fazem a compostagem e 13,8% não tem atividade pecuária. Identificou-se ainda que 24% tem interesse em receber assistência técnica nessa área, 60% não tem interesse e 16% demonstraram não ter certeza. Manejo Pecuária

Gostariam de receber assistência técnica para manejo na pecuária 32% dos entrevistados, outros 50% responderam não e 18% talvez.


Frequência que desejam receber assistência técnica

- Assistência técnica do solo: 57,1% semestralmente e 25% trimestralmente; - Assistência para conservação da água: 69,6% prefere semestralmente e 21,7% trimestralmente; - Assistência para destinação dos dejetos de animais: 60% semestralmente e 40% trimestralmente. - Assistência para manejo pecuária: 36% prefere semestralmente, 32% mensalmente e 28% trimestralmente.

0 visualização0 comentário