DOE SANGUE      SALVE VIDAS      
  • Sintonia

Unesc | Pandemia acelera crescimento da área profissional de Psicologia

Atualizado: Ago 22

Profissão já estava em evidência e foi potencializada nos últimos meses

Fonte Assessoria de Imprensa Unesc



divulgação

O bem-estar, consigo e com o próximo, é um sentimento cada vez mais valorizado e buscado. Estar bem, e assim permanecer, traz compensações em aspectos pontuais da vida, como no trabalho, na faculdade, em casa ou com os amigos. São por estes aspectos, acelerados pela rotina cada vez mais intensa, e multiplicados na pandemia, que a área da Psicologia vem em constante crescimento nos últimos anos. 


De acordo com a plataforma Vittude, uma das maiores redes on-line ligadas à Psicologia, 86% dos brasileiros lidam com algum problema de saúde mental. Porém, fazer terapia, há muito tempo, não é mais exclusivamente ligada às necessidades ou preconceitos, gerando uma expressiva procura pelo profissional. “Atualmente, não só em questões clínicas, mas empresas e organização estão cada vez mais interessados no ser humano, em quanto ele está bem. A inteligência emocional, habilidades sociais e empatia são outros pontos que também estão em evidência”, afirma a coordenadora do curso de Psicologia da Unesc, Karin Martins Gomes.


A necessidade deste profissional, já em constante evidência, ganhou ainda mais destaque com a chegada da pandemia. Conforme Karin, fatores como o isolamento social, a instabilidade na sociedade e o medo constante reafirmaram a necessidade de uma atenção especial à saúde da mente. “A pandemia criou um nicho de mercado que é fundamental para o psicólogo. Ter que lidar com a imprevisibilidade é um fator já presente na vida de todos, nos impedindo de pensar projetos pessoais para médio e longo prazo. Fisiologicamente o ser humano não está preparado para isso, para lidar com incertezas e isso pode ter como consequência o estresse, tristeza, depressão e outros fatores que se somam à necessidade do profissional com conhecimento especializado sobre relações humanas, pensamentos e sentimentos”, explica. 


Crescimento da área traz novos requisitos à formação 


Humanidade, empatia, capacidade de entendimento e de reinvenção. Diante da expansão da área, o fator excelência se faz presente como pré-requisito da formação. E assim está sendo no curso de Psicologia da Unesc, que ressignificou sua grade curricular para propor uma experiência acadêmica que soma o contemporâneo e o clássico. “É uma nova abordagem que desenvolve competências necessárias ao profissional, com um olhar mais completo à saúde coletiva”, evidencia a coordenadora. 


Nesta nova abordagem, os estudantes também têm contato com a inserção comunitária logo na primeira fase, com a oportunidade de participação em projetos de extensão, de pesquisa e de atividades extracurriculares que se somam ao currículo de forma determinante. Também em destaque, o aluno tem a oportunidade de direcionar parte da formação para a área profissional de maior interesse, por meio de uma nova estrutura de estágio. “São aspectos que reafirmam a qualidade da graduação na Unesc, que é acompanhada por uma taxa de 90% na empregabilidade dos egressos”, destaca Karin.


Toda esta nova abordagem da profissão é desenvolvida em uma das poucas Universidades com nota máxima na avaliação do MEC (Ministério da Educação). O curso de Psicologia da Unesc é construído por docentes doutores, mestres e especialistas, tanto no ciclo de formação básica quanto no profissionalizante. 


Para viver a experiência de cursar Psicologia na Unesc, as matrículas para o segundo semestre já estão abertas, por meio do Ingresso sem vestibular e podem ser feitas por meio de contato com o Setor Comercial, no WhatsApp (48) 9 99150433 ou telefone (48) 3431-2500.