• Sintonia

Orçamento 2021 limita atuação da UFRRJ

Em audiência pública realizada ontem, dia 1º de junho, por meio do YouTube, a Administração Central da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) discutiu a situação da instituição frente aos cortes impostos ao orçamento de 2021. De acordo com o reitor Roberto Rodrigues, a Universidade terá sua atuação limitada, já que o valor disponível não atende a todas as demandas institucionais.

Por Coordenadoria de Comunicação Social (CCS/UFRRJ).

Fonte Portal UFRRJ

Imagens Divulgação


Rodrigues garante que não há risco de paralisação das atividades da UFRRJ, mas ressalta que diversas ações planejadas para este ano precisarão ser adiadas. Um exemplo é a modernização dos laboratórios de informática que previa, entre outros pontos, a aquisição de novos computadores. Durante sua fala, o reitor detalhou ainda a situação das distintas ações orçamentárias e os possíveis cenários para execução destas ações até o final do exercício de 2021.


Também participaram do debate o vice-reitor César Augusto Da Ros e o pró-reitor de Assuntos Financeiros Nilson Brito de Carvalho. Juntos, os integrantes da Administração Central responderam dúvidas enviadas pelos participantes. Uma das questões envolveu o pagamento de auxílios estudantis. Da Ros informou que estes pagamentos estão garantidos até dezembro de 2021. Outra indagação abordou a realização de reparos essenciais nos prédios. Rodrigues afirmou que um contrato emergencial atenderá a esta demanda. As perguntas seguintes envolveram limpeza dos câmpus e compra de equipamentos de proteção individual (EPI).


Para concluir prédios inacabados e viabilizar o projeto de acessibilidade do Instituto de Educação (IE), do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) e do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), a Reitoria pleiteia junto ao Ministério da Educação (MEC) a liberação de recursos extraorçamentários.


“A situação não é simples. Tivemos alguns encaminhamentos importantes na gestão do Berbara, o que nos dá condições de gerir o orçamento atual, mas não temos garantia de que conseguiremos atender a todas as demandas. Estaremos sempre dialogando com toda a comunidade universitária, de forma ampla, aberta e respeitosa, para juntos avançarmos no que for possível”, afirmou o reitor.


A proposta do evento foi discutir de forma transparente com a comunidade ruralina, bem como apresentar o orçamento de forma mais acessível ao público não especializado. Anteriormente, no dia 20 de maio, o tema foi debatido em reunião virtual com representantes da Associação dos Docentes da Universidade Rural (Adur), do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Rural (Sintur) e do movimento estudantil.


É possível conferir aqui o arquivo da apresentação feita durante a audiência pública. O vídeo está disponível no canal da Pró-Reitoria de Extensão (Proext) no YouTube. Clique aqui para assistir.

1 visualização0 comentário