• Sintonia

Jovens Empreendedores: "A iniciação científica e o mercado de trabalho"

Ivan Manoel faz conferência de abertura do XVI Congresso de Iniciação Científica (CIC)


Fonte Portal Unesp



Manoel profere palestra de abertura Imagem: Regina Agrella

Com uma conferência do historiador Ivan Aparecido Manoel, vice-diretor da Faculdade de História, Direito e Serviço Social da UNESP, campus de Franca, sobre "A iniciação científica e o mercado de trabalho", foi aberto, dia 4 de dezembro, sábado, a programação da área de Humanidades do XVI Congresso de Iniciação Científica da UNESP, realizada na Faculdade de Engenharia (FE), campus de Ilha Solteira, região noroeste do Estado.


Estiveram presentes à cerimônia de abertura Marcos Macari, presidente do Congresso; Antonio Carlos Alessi, pró-reitor de pós-graduação e pesquisa, Vicente Lopes Junior, diretor da FE, Erivaldo Antonio da Silva, coordenador do evento e Nobuo Oki, presidente da comissão organizadora local, entre outras autoridades. O evento contou com a participação da Banda Marcial de Ilha Solteira e com a encenação da peça Homens de trapo pelo Grupo de Eterna Graça, integrado por alunos da FE e da comunidade de Ilha Solteira.


Macari lembrou que a UNESP, historicamente, por meio da Iniciação Científica, desempenha um importante papel no cenário brasileiro. "Investir em recursos humanos é a essência da universidade e, por meio da Iniciação Científica, estamos contribuindo para a formação de novos pesquisadores", afirmou.


Em sua conferência, Manoel destacou como, no final de da década de 1970, não só a UNESP, mas todo o sistema de ensino superior brasileiro começou a viver uma nova fase, na qual a função das universidades havia deixado de ser somente formar professores para o ensino médio, mas também pesquisadores. "Surgiu assim o incentivo para desenvolver nos alunos inquietações que os levem a estabelecer projetos de pesquisa", disse. "A Iniciação Científica é uma reposta institucional que a universidade dá à sociedade para se consolidar como fonte geradora e disseminadora do saber. A Universidade precisa, portanto, para acompanhar os avanços e mudanças da sociedade, manter a sua mentalidade jovem", concluiu.


Sob o tema geral "A iniciação científica e o mercado de trabalho", o XVI Congresso de Iniciação Científica (CIC), promovido pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (Propp), recebeu 2.399 inscrições, sendo 604 na área de Exatas, 877 em Humanidades e 918 em Biológicas.


Após as apresentações para das áreas de Humanidades, dias 4 a 6, o Congresso se debruça, dias 7 e 8, sobre a área de Exatas e, nos dias 9 e 10, sobre a área de Biológicas. Ainda durante o congresso ocorrerão oito oficinas voltadas para a produção e divulgação da atividade científica. O CIC é patrocinado pela Vunesp, Fundunesp, CNPq e Banespa.

Veja aqui a programação completa do evento: www.unesp.br/cic

10 visualizações0 comentário