• Sintonia

Conselho Estadual de Saúde aprova curso de Medicina da Unitins em Augustinópolis

Aprovação do CES é uma etapa importante na implantação do curso, que aguarda somente a aprovação do Conselho Estadual de Educação para abrir o primeiro vestibular

Por Charlyne Sueste

Fonte Portal Unitins


Comissão Avaliadora conhece laboratórios e equipamentos para o curso de Medicina (Fotos: Nonato Silva/Dicom Unitins)

O pleno do Conselho Estadual de Saúde (CES-TO) aprovou nesta quinta-feira, 10, a abertura do curso de Medicina da Unitins no Câmpus Augustinópolis, na região do Bico do Papagaio. O parecer favorável com a devida aprovação por parte do CES é uma etapa importante e imprescindível no processo de abertura do curso, que agora depende somente da aprovação por parte do Conselho Estadual de Educação.


No início de maio, membros da Comissão Avaliadora instituída pelo CES estiveram em Augustinópolis para visitas in loco ao Câmpus da Unitins e às unidades hospitalares da região do Bico do Papagaio. Eles conheceram toda a estrutura física de laboratórios, biblioteca, salas de aula e outros ambientes no Câmpus da Universidade, além de verificar as ampliações e aquisições em andamento para atender o curso de Medicina. O grupo também visitou o Hospital Regional de Augustinópolis, os hospitais municipais, UPAs e UBSs da região do Bico do Papagaio nos quais os alunos de Medicina da Unitins executarão, também, a parte prática da formação acadêmica e profissional.


O reitor da Unitins, Augusto Rezende, comemora a aprovação do Conselho Estadual de Saúde e informa que a próxima etapa é a avaliação por parte do Conselho Estadual de Educação (CEE), cuja visita in loco da Comissão designada já está marcada para os próximos dias 18 e 19 de junho, em Augustinópolis. Com a aprovação também por parte do CEE, a Unitins lançará o primeiro vestibular do curso de Medicina e a previsão é de que a primeira turma inicie as aulas ainda em 2021.


“Nós sabemos e reiteramos que a Comissão do CES fez as visitas in loco de forma bastante objetiva e regimentada nos critérios que precisavam ser avaliados, considerando a quantidade de leitos e especialidades já atendidas nas unidades de saúde da região do Bico do Papagaio, entre outros aspectos. Foram três dias de trabalho deles para conferir a estrutura disponível e em ampliação tanto da Unitins quanto das unidades hospitalares”, pontua o reitor completando que a aprovação do Conselho Estadual de Saúde reforça a importância do curso de Medicina para a região Norte do Tocantins e amplia a formação da Unitins na área da Saúde, que hoje já conta com o curso de Enfermagem.


Augusto Rezende ressalta, ainda, que “o governador Mauro Carlesse é um entusiasta da Universidade e do curso de Medicina que será oferecido pela Unitins. Ele apoia e incentiva a expansão da Universidade por saber do poder transformador da educação. Ele quer que a Unitins chegue ao maior número possível de tocantinenses levando educação de qualidade, e nós trabalhamos diuturnamente para isso”.


0 visualização0 comentário